sábado, 13 de dezembro de 2008

Não sei quando foi que olhar para uma folha em branco passou a intimidar-me.

De repente chego aqui, imaginando que me sento com vocês à mesa não tenho vontade de falar, só de ouvir, e o que sinto é que vocês querem ouvir-me a mim e estão aí ansiosos de saber o que vou dizer e eu que não me apetece falar, só estar.

E constrange-me a sensação de vos ver de olhos postos em mim e eu que olho para este pedaço vazio por escrever, virgem, puro, intacto, e eu sem palavras, sem as palavras que queria ter, sem palavras para vos dizer, sem voz.

3 sakês:

Me Hate disse...

Bom, não posso falar pelo resto do mundo (aqui do burgo) mas, quando não temos nada a dizer, parece-me bem estarmos calados a observar... Alguém um dia disse que aprende-se mais calado do que a falar, não creio que seja totalmente verdade porque, na discussão de ideias e no diálogo também podemos aprender muito... Enfim, chato, chato é se no meio de tudo isto, fala-se, fala-se e... ninguém ouve!

Carla Silva e Cunha disse...

Ola
Boa noite

gostava que fosse a:

www.avanessaguerradesafio.blogspot.com

e vote no meu quadro

beijinhos

Obrigado

Carla Silva e Cunha disse...

Ola
Boa noite

gostava que fosse a:

www.avanessaguerradesafio.blogspot.com

e vote no meu quadro

beijinhos

Obrigado

Carla


Blog Design by ThunderDrum. Based on a Blogger Template by Isnaini Dot Com and Gold Mining Companies. Powered by Blogger