segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Peixe Cru com duas colheres de insanidade e outras duas de esperança


Inunda-se o pensamento com coisas que poderiam ser bem o conteúdo de um esgoto. O porquê de determinados espaços e tempos que nos rodeiam, a razão que nos obriga a ficar e lutar.

Um dia sonhei alto com formas e cores, seres de outras aparências que sorriam felizes por poderem viver e amar. Mas acordo e vejo o mesmo preto e branco de todos os dias. As pessoas vivem e arrastam-se pelas suas existências, forçadas a aceitar tudo o que lhes surge pela frente. Os monstros e os desenganos que os fazem fugir dos seus sonhos.

Ontem falei com a minha alma. Ela falou comigo. Debatemos a existência do ser e a forma do estar. E concluímos que algo tem que mudar. Eu, a vida, o ser.

Tenho algo de precioso que perco a cada minuto. Amor por mim. E agora quero recuperá-lo. Porque enquanto me amo, amo todo o mundo e todo o mundo me ama a mim. Todo o mundo. Vivo, sinto, percorro caminhos de léguas sem nunca olhar para trás.

Hoje acordei vivo. Acredito que vá conseguir mudar tudo de uma única vez. De um sopro a minha vida voltará a ser o que era. Acredito. E só basta mesmo isso para sorrir.

3 sakês:

Aisling disse...

Excelente texto... Podemos perder muita coisa pelo caminho menos perdermo-nos a nós mesmos e ao amor-próprio. Se gostarmos de nós, sentimo-nos capazes de tudo e muitas vezes somos mesmo! ;)
2 colheres de insanidade e 4 de esperança, vá! ;)

Mim disse...

Faz por te encontrares porque ninguém o poderá fazer por ti.

Podes (e tens, eu sei) ajuda no caminho mas as cores e as pinceladas és tu quem as dá!

Ver o mundo a preto e branco é uma opção dos teus olhos. Podes olhá-lo e vê-lo a cores.

Eskisito e Aisling, não sejam tão comedidos:
muita esperança e ainda mais insanidade.

Azul disse...

Lindo, Mestre, Lindo.
Absoltuamente divino este post.
Vou "roubá-lo...."


Blog Design by ThunderDrum. Based on a Blogger Template by Isnaini Dot Com and Gold Mining Companies. Powered by Blogger