segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Peixe Cru com um travo a Fé


Um relógio branco numa parede branca indicava que já eram horas de partir. O burburinho começava a tornar-se num som distante e apenas o silvar do comboio o conseguia manter focado no que tinha de fazer.

A sua mala pesava-lhe nas mãos. Estava farto de andar com ela de uma lado para o outro, com os seus pertences do costume. Sentia-a como algo estranho, mas obrigatório.

Escolheu uma carruagem vazia. Não gostava de ter companhia. Queria poder olhar para a paisagem e pensar. Não queria ouvir ninguém a contar-lhe os problemas da sua vida nem a pedir conselhos sobre isto e aquilo.

Encontrava no pôr do sol aquilo que a sua vocação lhe havia retirado. O prazer. Olhando para o sol enquanto os seus últimos raios brilhavam nas flores e na giesta dos campos. Os animais, indiferentes aos milagres da natureza, continuavam a comer, pacíficos.

Era apenas mais uma viagem sem sentido. Chegaria ao seu destino e diria as palavras sem significado para ele, apenas porque era aquilo que queriam ouvir. Não acreditava em absolvições nem em condenações. Apenas na vida que temos. Apenas no amor que temos.

O comboio parava e ele ajeitou a sua roupa. Pegou na mala, e retirou de dentro o livro. Precisava de o renovar, tal como precisava de se renovar a si próprio. Mas talvez já fosse tarde.

Ao sair do comboio viu as pessoas que o esperavam. Respirou fundo.

- Sr. Padre, Sr. Padre...aqui!

- Onde está a moribunda? - perguntou ele, fingindo algum interesse.

3 sakês:

elvira carvalho disse...

Nunca é tarde. Somos nós que nos impomos um tempo para tudo. Para nos divertirmos, para amarmos para sermos pais, para viver. Sempre é tempo, de acordarmos para a razão e descobrir, que enquanto há vida é sempre tempo.
Um abraço

Dina disse...

Sabes que tenho andado para aqui a pensar que se calhar já tenho pouco tempo para ver as minhas filhas e o meu neto? Pois é acho que estar a caminhar para o meio século (ainda faltam uns anos mas vão passar tão depressa!) está-me a deixar assim...

Olá!! disse...

:)))
Estava à espera de uma receita de sushi e deparo com uma narrativa inserida num blog a juntar aos favoritos...
Fica a pergunta no ar:
- Será esse personagem uma "máscara" das que fala o post anterior?


Blog Design by ThunderDrum. Based on a Blogger Template by Isnaini Dot Com and Gold Mining Companies. Powered by Blogger