sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Perdi-me

Perdi-me no teu corpo, durante horas,
durante horas perdi-me no teu corpo...

Perdi-me no cheiro do teu pescoço, no toque da tua pele, na côr dos teus olhos, no sabor do teu sopro...

Caminhar nos teus seios, vaguear no teu cabelo, banhar-me em cada gota de suor e respirar da tua boca...

Ao percorrer cada centímetro da tua pele, durante horas...perdi-me.

Subir pelos teus braços, descer pelas tuas costas, desaparecer no meio das tuas coxas, bem dentro de ti...

Apesar de o saber de cor, perdi-me no teu corpo...

Bem fundo nos teus olhos, senti naquele momento, uma força, uma paixão, um calor...

Foi como se mais nada existisse, como se fossemos únicos no mundo...

Perdi-me no teu corpo...

6 sakês:

pensamentosametro disse...

Temos poeta, pronto! Nem é preciso desejar bom fim de semana...de qualquer forma que o seja, não bom, óptimo!!!

Beijos


Tita

wednesday disse...

Isso foi do sushi com sabor a inspiração?:)

ThunderDrum disse...

Já estava escrito há mais tempo, mas continuo a achar que faltava mais qualquer coisa...por isso n tinha publicado, mas depois fartei-me, lol

Eskisito disse...

Gostei. Animal e ao mesmo tempo romântico...sei bem o que é sentir a vontade do toque.
Boa sorte para o concerto e para o concurso.

hibrys disse...

Comento só agora porque ainda não tinha lido, esta excelente!! Estou verdadeiramente surpresa!!!! Voces são um casal de escritores e não sabiam!!!

ThunderDrum disse...

Obrigado, hibrys !!!

Mas ultimamente não ando inspirado... ; )


Blog Design by ThunderDrum. Based on a Blogger Template by Isnaini Dot Com and Gold Mining Companies. Powered by Blogger