quinta-feira, 12 de junho de 2008

Vivências 35...


O amor existe ou não existe.
Connosco existe: de forma calma , pacifica.
Tu és doce, reservada, ris com facilidade, dizes-me as verdades sem te exaltares, colocas-me "no lugar" sem me envergonhares, abraças-me de forma única, dás-me "abrigo", carinho, aturas as minhas explosões de frustração no trabalho, deixas-me falar sobre o que "me dana" e o que me deixa feliz, o teu olhar nunca esmorece, a tua boca tem sempre uma palavra amiga e sensata e fazemos amor de forma descomplexado, quando nos dá, quando nos apetece e sempre que nos apetece... sei que és mais, muito mais mas agora, não me recordo de te dizer nada mais que seja acertado...
Lembrei-me, no entanto: e eu? Que te ofereço eu a cada dia que passa em que o meu olhar se perde em ti?

2 sakês:

Anónimo disse...

Quando o teu olhar se perde no meu...não reparaste...já o meu se perdeu no teu e não precisa de mais nada!!!

Me Hate disse...

Passarei a ser mais atenta... a tudo!


Blog Design by ThunderDrum. Based on a Blogger Template by Isnaini Dot Com and Gold Mining Companies. Powered by Blogger